No Pará, 64 novos radares começam a funcionar em rodovias estaduais - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



terça-feira, 5 de abril de 2022

No Pará, 64 novos radares começam a funcionar em rodovias estaduais

 Equipamentos é para controle de velocidade, segundo Detran-PA. Veja lista de vias onde os radares foram instalados.

Foto: Reprodução

Equipamentos é para controle de velocidade, segundo Detran-PA. Veja lista de vias onde os radares foram instalados. Radares são instalados em rodovias paraenses.

Começam a operar, nesta segunda-feira (4), mais 64 radares de controle de velocidade nas rodovias estaduais, para fiscalização do Departamento do Trânsito do Pará (Detran-PA).

Segundo o órgão, os equipamentos são do tipo fixo, controladores e medidores de velocidade, a fim de fiscalizar o limite máximo de velocidade da via ou de ponto específico.

Os radares foram instalados nas seguintes vias:

PA-279, no município Água Azul do Norte;

PA-415, em Vitória do Xingu;

PA-287, em Conceição do Araguaia;

PA-255, no município de Monte Alegre;

PA-457 e 370, em Santarém;

PA-411, em Santana do Araguaia;

Rodovia BR-316, no município de Marituba;

PA-404 e 391, em Benevides;

Rodovia PA Alça Viária, em Acará;

PA-475 e 252, também na cidade do Acará;

PA-475 e 252, em Moju;

PA-483 e 151, em Barcarena;

BR-222, em Marabá;

PA-275, Eldorado dos Carajás;

PA-275, em Curionópolis;

PA-160, em Canaã dos Carajás;

PA-160, na cidade de Parauapebas;

PA-136, em Curuçá;

PA-242, no município de Igarapé-Açu

e PA-324, em Santa Maria do Pará.

O Detran/PA orienta que os motoristas devem ficar atentos, pois dependendo do local, a velocidade permitida varia entre 40, 60 e 80 quilômetros por hora, levando em consideração se a via está localizada em zona urbana ou rural.

O órgão afirma que o radar possui "a importante função de garantir a segurança no trânsito, evitando o excesso de velocidade e, consequentemente, o aumento de acidentes com lesões graves e mortes".

Em 2020 e 2021, transitar acima da velocidade permitida foi a infração mais registrada pelos órgãos de trânsito com atuação no estado. Neste período, foram computadas 397.273 e 436.933 infrações.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar acima da velocidade pode incorrer em infração média à gravíssima, com multa e até suspensão do direito de dirigir.

Em trechos críticos e de vulnerabilidade dos usuários da via, onde os índices de acidentes são crescentes, os radares são essenciais para salvar vidas, como explica a diretora geral do Detran, Renata Coelho.

"O excesso de velocidade está entre as principais causas de atropelamentos e de acidentes, envolvendo pedestres e ciclistas. Por isso, o Detran tem investido nessa tecnologia de controladores de velocidade, pois o monitoramento eletrônico é essencial para salvar a vida de todos os usuários do trânsito".

Os equipamentos foram aferidos e aprovados pelos órgãos competentes e devem funcionar em tempo integral, segundo o Detran.

O órgão ressalta que infrações capturadas antes do início da operacionalização dos radares não serão validadas, uma vez que os registros eram meramente educativos e de alerta aos usuários.




Fonte: g1/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.