Operações da Vale no Pará geraram R$ 6,1 bilhões em arrecadação para Estado e municípios em 2021 - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



sexta-feira, 25 de março de 2022

Operações da Vale no Pará geraram R$ 6,1 bilhões em arrecadação para Estado e municípios em 2021

Operações da Vale no Pará geraram R$ 6,1 bilhões em arrecadação para Estado e municípios em 2021

Foto: Reprodução

Em todo Pará, são mais de 33 mil pessoas empregadas que fazem girar as operações da Vale, que envolvem extração mineral e logística (Estrada de Ferro Carajás). Como resultado da produção, a atividade das seis unidades operacionais da mineradora e a Salobo Metais geraram R$ 6,1bilhões em arrecadação para o Estado e municípios paraenses de janeiro a dezembro de 2021. O total considera apenas quatro dos principais tributos e a Contribuição Financeira pela Exploração Mineral (CFEM).

Dolores Klippel, analista de operação que atua na área de terraplenagem em Carajás Créditos: Divulgação Balanço Vale+ PA 2021

Os dados fazem parte do Balanço Vale+ 2021, publicação que reúne as principais ações da empresa no Estado. Entre os números também está a destinação de R$ 26 bilhões, em investimentos e custeios da empresa, no ano passado, no Pará. Para movimentar as operações, a contratação de serviços e compras de fornecedores locais (matriz e filial no Estado) repassou R$ 8,5 bilhões em contratos.

A publicação traz ainda informações sobre a atuação da Vale nas áreas ambiental e social. Destaque para os investimentos em projetos de geração de emprego e renda, educação e saúde. O programa Territórios em Redes é uma das iniciativas da Fundação Vale em execução e que objetiva contribuir para o enfretamento da exclusão escolar. Em Marabá, a iniciativa, reinseriu, no ano passado, 1.208 crianças no sistema educacional ou tiveram o risco de evasão eliminado, por exemplo.

Entre as ações ambientais, destaque para a PrevisIA, inteligência artificial criada pela parceria entre o Fundo Vale, o Imazon e a Microsoft. O pesquisador associado do Imazon, Carlos Souza Jr, fala sobre o benefício da ferramenta. “O grande avanço deste projeto foi democratizar o acesso a recursos avançados de Tecnologia da Informação para facilitar o engajamento de diversos usuários na prevenção e controle do desmatamento da Amazônia.”, destaca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.