Polícia Civil resgata condenado pelo 'tribunal do crime' em Marabá - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Polícia Civil resgata condenado pelo 'tribunal do crime' em Marabá

O indivíduo já havia sido condenado à morte e estava prestes a ser executado pelos traficantes

Foto: Reprodução
Na tarde desta quinta-feira, 20, uma equipe a Polícia Civil, resgatou Victor Alexandre da Luz Souza, vulgo “Sombra”, minutos antes de ser executado pelo “tribunal do crime”, em Marabá, sudeste do Pará.

Vizinhos ouviram diversos pedidos de socorro, vindo da casa do traficante, vulgo “Chalon”, pertencente à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), e acionaram a Polícia Civil. De acordo com “Sombra”, ele foi capturado e encapuzado na última segunda-feira, 17, no Bairro Bela Vista, devido uma dívida de R$ 3.000,00 junto à facção.

Segundo “Sombra”, ele foi sequestrado pelos bandidos identificados como “PP”, “Bruno” e “Breno” que portavam um revólver, calibre 32. Na hora do sequestro, ele foi colocado em um veículo, e levado para o cativeiro, onde foi ameaçado e torturado durante quatro dias. O indivíduo já havia sido condenado à morte e estava prestes a ser executado pelos traficantes.



Ao chegarem no cativeiro, os policiais avistaram a fuga de três indivíduos, mas conseguiram prender Alexia Bruna Alves Dias; Suanny Carvalho Araújo; Suelly Carvalho Araújo; Patrícia Silva Rocha; Rael Moreira da Silva; Paulo Gustavo Mendanha Feitosa e Henrique Francisco Lacerda do Nascimento. No interior da casa, foram localizados celulares, drogas e dinheiro.
Os integrantes do “tribunal do crime” foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados, em flagrante, pelos crimes de sequestro, tortura e tráfico de drogas. Os sete indivíduos permaneceram presos à disposição da Justiça. Como não havia nenhuma ordem de prisão, em aberto, “Sombra” foi ouvido e liberado.

Com informações do portal Debate de Carajás


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.