Menino é espancado pelo padrasto e adolescente é agredida pelo pai - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Menino é espancado pelo padrasto e adolescente é agredida pelo pai

Menino de 2 anos foi espancado pelo padrasto e teve as costas dilaceradas; já a adolescente foi agredida pelo próprio pai e escreveu bilhete pedindo socorro



A Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEACA) está investigando dois casos de maus tratos contra uma criança e uma adolescente que foram registrados entre os dias 8 e 11 em Marabá. Num dos casos o acusado é o padrasto da vítima. No outro, é o próprio pai.

Uma das vítimas é um menino de apenas 2 anos de idade, que foi bruscamente espancado pelo padrasto. O caso aconteceu no último dia 8, na Folha 29, Nova Marabá. As imagens das costas da criança mostram a crueldade com que o pobre menino foi tratado.
Quem confirmou o caso foi a própria delegada Eliene Carla de Lima, titular da DEACA. Ela não deu detalhes sobre o caso, mas a reportagem deste CORREIO apurou que o menino foi espancado simplesmente porque enxugou as mãos no pano de prato que estava em cima da pia.

Vizinhos afirmam que a mãe da criança tem conhecimento das agressões que ocorrem constantemente, mas não consegue impedir os maus tratos. “Todos os dias ele bate muito na criança”, declarou um vizinho que pediu para não ser identificado.

Outro caso de maus tratos foi registrado

Pedido de socorro

A DEACA também atendeu a outro caso no final de semana. Trata-se de uma adolescente que vinha sendo espancada pelo próprio pai, na Avenida Pará, Bairro Santa Rosa, Núcleo Pioneiro. Ela chegou a fazer uma cartinha clamando por socorro e entregou a uma criança que mora na mesma rua.

Desesperada, a criança correu para o meio da rua e gritou para uma dupla de policiais que faziam patrulhamento de moto. Após a polícia ser acionada, a menina foi mandada para o Espaço de Acolhimento Provisório (EAP), chamado popularmente de “abrigo”.

No bilhete, a vítima diz que não aguenta mais essa situação e pede ajuda para ir embora da casa onde vive. Sobre esse caso, delegada Eliene confirmou que o procedimento foi feito no plantão de sábado (11) e que “a adolescente está abrigada”.



(Chagas Filho) Correio de Carajás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.