Mulher toca fogo no corpo do marido em Marabá - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Mulher toca fogo no corpo do marido em Marabá

 Mulher toca fogo no corpo do marido em Marabá

Rede sociais

Arisson Almeida deu entrada no hospital com queimaduras de 1º, 2º e 3º graus em 70% do corpo

Está internado em um hospital especializado em queimados, em Belo Horizonte (MG), o técnico em segurança do trabalho, Arisson Almeida, que mora na Folha 23, em Marabá. Ele deu entrada no hospital com queimaduras de 1º, 2º e 3º graus em 70% do corpo. A primeira informação é de que foi a própria mulher dele, Gardenia Vieira, a responsável pelo ato tresloucado, ocorrido no feriado do Dia dos Finados, 2 de novembro.

Arisson Almeida trabalha na mineradora Vale, que, por meio de sua Assessoria de Comunicação, confirmou o caso, informando, também, que a vítima foi transferida para BH, mas que a empresa não se posiciona sobre a vida particular de seus funcionários.

Por telefone, um amigo das famílias envolvidas nessa tragédia disse que Gardenia não cometeu o crime deliberadamente, mas que foi um acidente e que ela está muito abalada. Teria, inclusive, passado por atendimento psicológico.

Outra versão apurada pela reportagem é de que Gardenia sofreu um surto psicótico.

E há também a versão de que o atentado teria sido motivado porque casal teria se desentendido por algum motivo que só diz respeito aos dois envolvidos.

A reportagem deste CORREIO vem tentando contato com Gardenia para ouvir a versão dela sobre o ocorrido.

Caso não é Maria da Penha

Também por telefone, a Polícia Civil informou que, até o momento, não existe nenhum procedimento policial aberto sobre o caso e se houver, será enquadrado como violência doméstica, mas não como Maria da Penha, de modo que um possível inquérito não será aberto pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

A autuação, caso ocorra, se dará por lesão corporal grave ou tentativa de homicídio, ambos previstos pelo Código Penal Brasil (CPB), respectivamente, nos artigos 129 e 121 com 14. 


(Chagas Filho/ Fonte: Correio de Carajás)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.