Mototaxista pode ter morrido de doença conhecida por 'urina preta' no Pará - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



terça-feira, 7 de setembro de 2021

Mototaxista pode ter morrido de doença conhecida por 'urina preta' no Pará

Mototaxista pode ter morrido de doença conhecida por 'urina preta', em Santarém-PA
Mototaxista pode ter morrido de doença conhecida por 'urina preta', em Santarém

Um homem, 55 anos, faleceu na manhã desta terça-feira(7), no Hospital Municipal de Santarém. A causa da morte foi apontada por "infecção generalizada". 

Pelos sintomas apresentados, o mototaxista pode ter sido a primeira vítima da doença da urina preta, em Santarém, no Oeste do Pará. 



A doença é causada por uma toxina que pode ser encontrada em determinados peixes como o tambaqui, o badejo e a arabaiana ou crustáceos (lagosta, lagostim, camarão).

Quando o peixe não foi guardado e acondicionado de maneira adequada, ele cria uma toxina sem cheiro e sem sabor. Ao ingerir o produto, mesmo cozido, a toxina provoca a destruição das fibras musculares esqueléticas e libera elementos de dentro dessas fibras no sangue, ocasionando danos no sistema muscular e em órgãos como os rins.

Sintomas:

Ocorre extrema rigidez muscular de forma repentina, dores musculares, dor torácica, dificuldade para respirar, dormência, perda de força em todo o corpo e urina cor de café, pois o rim tenta limpar as impurezas, o que causa uma lesão na musculatura. A doença causa muitas dores musculares, lembrando a dengue, porém sem febre.

Os sintomas costumam aparecer entre 2 e 24 horas após o consumo dos peixes ou crustáceos.

Tratamento:

A hidratação é fundamental nas horas seguintes ao aparecimento dos sintomas, uma vez que assim é possível diminuir a concentração da toxina no sangue, o que favorece sua eliminação através da urina. Nos casos graves, pode ser necessário fazer hemodiálise.

Prevenção:

Não consumir pescados ou crustáceos cuja origem, transporte ou armazenamento sejam desconhecidos. O ideal é comprar esses produtos em locais com garantia de segurança.
Mototaxista pode ter morrido de doença conhecida por 'urina preta', em Santarém

Confira a nota do Hospital Municipal de Santarém  !


Nota de esclarecimento 

A direção do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) informa que recebeu ontem, 6 de setembro, um homem com sintomas parecido com a doença de Haff, conhecida popularmente como "doença da urina preta". Por tanto, um caso suspeito.

O homem de 55 anos chegou com quadro clínico delicado, recebeu todo atendimento da equipe médica da estabilização do HMS, mas não resistiu e infelizmente morreu no início da manhã de hoje. Por se tratar de um casos suspeito da doença de Haff, os órgãos competentes foram acionados para seguir os protocolos técnicos.







Com informações/Portal Oestadonet -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.