Parauapebas é segundo pior município do Pará para motociclistas. - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



terça-feira, 17 de agosto de 2021

Parauapebas é segundo pior município do Pará para motociclistas.

 Parauapebas é segundo pior município do Pará para motociclistas.

Parauapebas é segundo pior município do Pará para motociclistas.

Foram 181 internações por acidente de moto em 2021, número inferior apenas à capital do estado

Parauapebas é a segunda pior cidade do estado do Pará para ser motociclista. É o que dados fornecidos pelo Ministério da Saúde apontam: entre janeiro e junho de 2021, aconteceram 181 internações nos hospitais do município decorrentes de acidentes de moto, ficando atrás apenas da capital Belém, com 247 internações. (Leia depois do anúncio)

Os números se tornam mais alarmantes quando colocados em perspectiva: Belém possui uma população de cerca de 1,5 milhão de habitantes, com aproximadamente 160 mil motos em sua frota. Em Parauapebas, a população gira em torno de 250 mil habitantes, possuindo uma frota de 56 mil motos. (Leia depois do anúncio)

Usando estes números, pode-se dizer que Parauapebas tem um em cada 1.381 habitantes envolvido em acidente de moto, ou um sinistro para cada 309 veículos. Em Belém, a ocorrência é proporcionalmente menor, sendo registrado um acidente para cada 6.072 habitantes, ou um sinistro para cada 647 motos.

(Leia depois do anúncio)

Outra leitura alarmante é o fato de Parauapebas estar acima de Marabá (165) e Ananindeua (147) no ranking de internações por acidente de moto, considerando que ambas as cidades têm população total superior a Capital do Minério. (Juliano Corrêa)

Confira ranking dos dez municípios do Pará com mais internações por acidente de moto:


1º — BELÉM: 247


2º — PARAUAPEBAS: 181


3º — MARABÁ: 165


4º — ANANINDEUA: 147


5º — SÃO FÉLIX DO XINGU: 106


6º — ITAITUBA: 78


7º — CANAÃ DOS CARAJÁS: 66


8º — PORTO DE MOZ: 64


9º — REDENÇÃO: 63


10º — SANTO ANTÔNIO DO TAUÁ: 51


FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE (JAN-JUN 2021)






Fonte: Correio de Carajás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.