Polícia incinera mais de 600 quilos de drogas apreendidas na Região Metropolitana de Belém - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial

sábado, 26 de junho de 2021

Polícia incinera mais de 600 quilos de drogas apreendidas na Região Metropolitana de Belém

 A Polícia Civil do Pará incinerou, na tarde desta sexta-feira (25), quase 620 quilos de entorpecentes, apreendidos durante quatros meses de trabalho na Região Metropolitana de Belém. 
Parauapebas
Imagem Polícia Civil
A ação faz parte da Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas, promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Foram destruídos maconha, cocaína e skank, na usina de incineração Cidade Limpa Ambiental, no município de Ananindeua (RMB).

“Quando realizamos essas ações damos o fim legal aos entorpecentes que foram retirados de circulação em nossas diligências. Esse tipo de material ilícito, que possibilita os crimes de tráfico, furtos, roubos e homicídios, entre outros, sai da rota dos traficantes e vidas são salvas. A sociedade é quem ganha”, disse o delegado Pery Netto, titular da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc).

Pebão
Imagem Polícia Civil
A incineração realizada hoje é um dos eixos da Operação Narco Brasil, alusiva à Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, que desde o início do mês já prendeu mais de 8 mil pessoas e apreendeu mais de 90 toneladas de drogas em todo o País.

Golpe no tráfico - O delegado-geral de Polícia Civil, Walter Resende, destacou o esforço dos policiais no trabalho de repressão ao tráfico. “Nossa força-tarefa é composta, diariamente, por inúmeros agentes da Polícia Civil, além da participação de outros órgãos que compõem o sistema de Segurança Pública do Estado, com o intuito de reprimir o tráfico de drogas e a criminalidade. Trata-se de um duro golpe ao tráfico de drogas, pois além de retirar de circulação grande quantidade de entorpecentes, caracteriza um notável prejuízo financeiro às organizações”, ressaltou Walter Resende.

Também acompanharam a incineração representantes da Corregedoria de Polícia Civil do Pará, Ministério Público do Estado (MPPA) e Vigilância Sanitária, além de 15 agentes da Denarc.




Polícia Civil do Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.