Vale é a empresa mais valiosa da América Latina e equivale a quase 2 Petrobras - Portal Pebão

Destaques

Publicidade Página Inicial



quarta-feira, 28 de abril de 2021

Vale é a empresa mais valiosa da América Latina e equivale a quase 2 Petrobras

A Vale ultrapassou US$ 100 bilhões em valor de mercado e se tornou a empresa mais valiosa da América Latina. Segundo levantamento da consultoria Economatica, a mineradora, que nesta terça-feira fechou o pregão na B3 com os papéis ON cotados a R$ 110, está à frente da varejista online Mercado Livre,  na segunda posição, com valor de mercado de US$ 80 bilhões, e do Wal Mart México, avaliado em US$ 56,9 bilhões.
Vale é a empresa mais valiosa da América Latina e equivale a quase 2 Petrobras
Desde meados do ano passado a Vale, que hoje chegou a marca de US$ 103,8 bilhões em valor de mercado, vem liderando o ranking na região. Entre as brasileiras, aparecem também nas dez primeiras colocações Petrobras (US$ 56,9 bilhões), Itaú Unibanco (US$ 45,9 bilhões), Ambev (US$ 44,2 bilhões) e Bradesco (US$ 39,1 bilhões).

Pouco mais de dois anos da tragédia em Brumadinho, a Vale conseguiu deixar para trás boa parte dos percalços do acidente e se tornou novamente uma das empresas mais lucrativas da região.

Na segunda-feira, 26, a companhia informou que registrou um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 2.220% em relação ao ganho de US$ 239 milhões obtido no mesmo período do ano passado.

O resultado também cresceu de forma significativa em relação ao trimestre anterior, quando a empresa registrou ganhos de US$ 739 milhões. Uma das maiores produtoras globais de minério de ferro, a empresa teve um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de US$ 8,35 bilhões entre janeiro e março, ante US$ 2,882 bilhões um ano antes.

Os números vem crescendo desde o ano passado, impulsionados pela alta dos preços do minério de ferro e melhores volumes de vendas. Em 2020, a empresa conseguiu reverter o prejuízo de US$ 1,683 bilhão de 2019 para um lucro líquido de US$ 4,881 bilhões. Foi um ano em que a companhia, nas palavras do seu presidente, Eduardo Bartolomeo, se tornou um operador mais confiável e se mostrou mais preparada para enfrentar 2021.

Para Bartolomeu, os resultados financeiros recentes refletem a consistência da mineradora no cumprimento das promessas de redução de riscos da Vale.




Notícias de Mineração Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.