Veja como era o garimpo de Serra Pelada nos anos 80 - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Veja como era o garimpo de Serra Pelada nos anos 80

SERRA PELADA

GEOGRAFIA DO BRASIL

Serra Pelada é uma região localizada no estado do Pará que, na década de 1980, foi invadida por milhares de pessoas que buscavam enriquecimento por meio do garimpo.

A grande extensão territorial do Brasil proporciona várias vantagens, entre elas é a possibilidade de possuir riquezas naturais, tanto na superfície terrestre como no subsolo. O país ficou marcado pela grande quantidade de ouro encontrado durante os séculos XVII e XVIII. Após esse período, acreditava-se que não haveria mais nenhuma grande jazida de ouro no país. No entanto, em 1980 surgiu a Serra Pelada

Serra Pelada é uma região localizada no Estado do Pará. Na década de 1980, essa área foi invadida por milhares de pessoas em busca do enriquecimento rápido através do ouro. Em razão da grande concentração de garimpeiros, a região atraiu também lavradores, médicos, motoristas, padres, engenheiros, entre outros. No entanto, com o objetivo de evitar possíveis confusões, foi proibida a entrada de mulheres e bebidas nos garimpos. O major do Exército, Sebastião Curió, era o responsável pela organização no garimpo.

Rapidamente a área se tornou no maior garimpo a céu aberto do mundo. Toneladas de ouro foram retiradas de Serra Pelada, esse fato fez com que todos pensassem que as jazidas de ouro seriam capazes de enriquecer os garimpeiros. Porém, a maioria dos garimpeiros não conseguiu enriquecer, e o que é pior, muitos morreram durante o trabalho.

As condições de trabalho eram muito precárias, calor intenso, utilização de escadas danificadas, barrancos altamente perigosos, poeira de monóxido de ferro no ar - que era inalada pelos trabalhadores, mesmo sendo prejudicial aos pulmões. Mas apesar de todos esses fatores, os garimpeiros trabalhavam dia e noite na esperança de “bamburrar” - expressão relacionada ao fato de enriquecer.

A produção aurífera em Serra Pelada decresceu e, em 1992, ocorreu a paralisação da extração de ouro na região. A grande cratera aberta para a retirada do ouro transformou-se num enorme lago. A Companhia Vale do Rio Doce recebeu uma indenização de 59 milhões do Governo Federal, pois tinha direitos sobre as jazidas de ouro, que foram invadidas por milhares de garimpeiros.

Em 2002, o Congresso Nacional aprovou um decreto que permitiu aos garimpeiros a execução de suas atividades em uma área próxima a Serra Pelada. Em poucos meses, aproximadamente, 10.000 garimpeiros foram atraídos para essa região. Vários problemas ocorrem nessa nova área. A disputa de interesses políticos, líderes sindicais, mineradoras e antigos garimpeiros geraram vários conflitos. O clima na região continua tenso, vários assassinatos ocorrem pela busca do ouro.

Filmes sobre Serra Pelada

A exploração de Serra Pelada inspirou vários filmes, documentários e o ensaio fotográfico realizado pelo fotógrafo Sebastião Salgado.

  • O filme "Serra Pelada", dirigido por Heitor Dhalia em 2013, conta a história de dois amigos que saem de São Paulo e vão tentar a sorte em Serra Pelada. Lá encontram a dura realidade da exploração do ouro enquanto se envolvem em crimes.
  • O grupo humorístico "Os Trapalhões", em 1982, lançou o filme "Os Trapalhões na Serra Pelada" com cenas filmadas no local.
  • Antes do fechamento de Serra Pelada pelo governo, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado retratou o duro cotidiano do garimpo. Suas fotos em preto e branco expunham com sensibilidade as precárias condições de vida daqueles homens.

Curiosidades

  • presidente Figueiredo visitou Serra Pelada em 12 de novembro de 1980.
  • O pior acidente de Serra Pelada causou a morte de 17 garimpeiros soterrados por um barranco.
  • O major Curió se elegeu foi presidente da Coomigasp, prefeito de Curionópolis (PA) e deputado federal. Até hoje é uma figura proeminente na região e guarda um importante arquivo sobre a Guerrilha do Araguaia.




























Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia

Fotos/Reprodução










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.