Seduc adia retomada das aulas presenciais nas escolas da rede estadual para dia 3 de novembro - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Seduc adia retomada das aulas presenciais nas escolas da rede estadual para dia 3 de novembro

 Secretaria adia retomada das aulas presenciais nas escolas da rede estadual do Pará.

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) adiou mais uma vez o retorno das aulas nas escolas da rede estadual de educação, que retornariam nesta terça-feira, 13. Em documento enviado aos gestores das Unidades Regionais de Ensino (Ures), a secretária Adjunta de Ensino, Regina Lúcia Pantoja, informa que a retomada das atividades presenciais nas escolas públicas estaduais será no dia 3 de novembro.

No dia 30 de setembro a Seduc divulgou que as escolas estaduais estavam sendo preparadas para retornar às aulas presenciais nesta terça-feira, 13. Também noticiou que as escolas estavam sendo desinfectadas e preparadas para receber a comunidade escolar. 

Oficialmente, porém, a direção voltou atrás e nesta segunda, 12, informou que a retomada das aulas nas escolas públicas estaduais será feita “de forma gradual, em data a ser divulgada”.

Segundo as informações da Seduc, a retomada será feita “com acréscimo de 25% no número de alunos a cada 15 dias, obedecendo todos os protocolos sanitários”. 

O retorno presencial dos estudantes começará pelas turmas da 3ª série do ensino médio, que de acordo com a direção da Seduc, tem a finalidade de assegurar o aprendizado e a competitividade necessários no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado no início de 2021.

A direção da Seduc assegura, que todas as escolas da rede estadual de ensino já receberam o suprimento de fundos para higienização e prevenção da covid-19,  para que o retorno presencial obedeça os protocolos sanitários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Sintepp exige testagem nos professores e servidores das escolas estaduais

Porém, os dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), alegam que os recursos repassados para assegurar os protocolos sanitários são insuficientes para garantir a higiene das escolas pelos meses seguintes. 

O coordenador do Sintepp, Beto Andrade, informa que os professores e outros servidores da educação marcaram para esta quarta-feira, 14, uma manifestação a partir das 9 horas na porta da Seduc.

Eles conseguiram marcar uma audiência com os dirigentes da Seduc para as 10 horas. O Sintepp pressiona a administração estadual por garantias de segurança sanitária para os servidores. Uma delas é assegurar testes de covid-19 e um novo calendário de aulas. “Defendemos que as aulas devem reiniciar tudo no próximo ano”, afirma Andrade.

Ele resssalta que o sindicato concorda em garantir neste ano apenas a retomada das atividades para os estudantes da 3ª série do ensino médio, a fim de assegurar a preparação para as provas do Enem.

Na sexta-feira, 9, os dirigentes das Unidades Regionais de Educação (UREs) receberam ofício da Seduc, informando que o Conselho Nacional de Educação (CNE) debate a normativa que deverá autorizar a retomada do ensino presencial ou não presencial nas escolas públicas e privadas do país para conclusão do ano letivo.

Portanto, a Seduc iria acompanhar a orientação do conselho, considerando a dimensão territorial e situação sanitária das regiões do Estado. O documento também informa que o retorno às aulas foi adiado do dia 13 de outubro para o dia 3 de novembro.

Fonte: Roma News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.