Australianos desenvolvem teste que identifica COVID-19 em 20 minutos. - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Australianos desenvolvem teste que identifica COVID-19 em 20 minutos.


Australianos desenvolvem teste que identifica COVID-19 em 20 minutos.

Nesta sexta-feira (17), foi divulgada uma pesquisa da Universidade Monash, na Austrália, que conseguiu identificar em cerca de 20 minutos se alguém contraiu a COVID-19. Os pesquisadores foram capazes de identificar os casos recentes usando 25 ml de plasma de amostras de sangue.
 equipe de pesquisa desenvolveu um ensaio simples de aglutinação (uma análise para determinar a presença e a quantidade de uma substância na sangue) para detectar a presença de anticorpos criados em resposta à infecção por SARS-CoV-2. Casos positivos de COVID-19 causaram aglomeração de glóbulos vermelhos, facilmente identificáveis ​​a olho nu, e os pesquisadores foram capazes de determinar se o resultado deu positivo ou negativo para a doença em cerca de 20 minutos.
Embora os testes atuais de swab (cotonete de haste longa) sejam usados ​​para identificar pessoas que atualmente estão com COVID-19, esse estudo poderia ser usado para detectar anticorpos criados em resposta à vacinação para auxiliar os ensaios clínicos. Na prática, a descoberta pode levar médicos de todo o mundo testando até 200 amostras de sangue por hora. Os resultados do estudo podem ajudar os países com triagem populacional, identificação de casos, rastreamento de contatos, confirmação da eficácia da vacina durante os ensaios clínicos e distribuição do imunizante.
O Dr. Corrie, professor sênior de engenharia química da Universidade Monash e pesquisador-chefe disse que as descobertas foram empolgantes, e que essa prática tem o potencial de ser aprimorada imediatamente para testes sorológicos. "Este teste simples pode ser implementado rapidamente em toda a Austrália e além, e pode ser usado em qualquer laboratório que possua infraestrutura de tipagem sanguínea". Para o estudo, a equipe coletou amostras de sangue de pessoas recentemente infectadas com COVID-19, bem como amostras de indivíduos saudáveis.
"Essa abordagem simples e rápida tem aplicação imediata nos testes sorológicos para SARS-CoV-2 e é uma plataforma útil para o desenvolvimento de ensaios além da pandemia da COVID-19. Somos gratos ao trabalho de nossos alunos de doutorado em trazer isso à tona", disse o professor Banaszak Holl, diretor de engenharia química da Universidade de Monash. Segundo ele, é necessário financiamento para realizar uma avaliação clínica completa em muitas amostras e locais. "Com suporte comercial, podemos começar a fabricar e distribuir esse teste para as comunidades que precisam dele. Isso pode levar até seis meses, dependendo do suporte que nós recebemos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.