Jovem tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em Parauapebas. - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

sábado, 13 de junho de 2020

Jovem tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em Parauapebas.

Jovem tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em Parauapebas.

 vítima foi socorrida com ferimentos de natureza grave.
Um motociclista, ficou gravemente ferido após sofrer um corte no pescoço causado por linha de pipa com cerol neste sábado (13), na PA-275

Conforme informações de populares o condutor identificado como Thalison Melo dos Santos transitava na
via, quando uma linha com cerol atingiu seu pescoço.

O motociclista recebeu ajuda de populares, que acionaram a SAMU. Ele foi socorrido com ferimentos de natureza grave e encaminhado ao Hospital de Parauapebas, para receber atendimento médico.

Está na hora das autoridades  tomarem uma providência.

Para denunciar infrações, o número de contato é o 153.

Soltar pipa é divertido, mas a brincadeira pode ser perigosa se não forem tomados certos cuidados. Um dos riscos é o uso do cerol e linha chilena.
O cerol vem de uma mistura de cola com vidro moído ou limalha de ferro. Já a linha chilena é feita industrialmente e tem o poder de corte quatro vezes maior que o do cerol. Por isso, é perigoso não só para quem usa, mas também para pedestres, motoqueiros, motoristas, animais, principalmente os pássaros.

Muitos acidentes fatais acontecem porque a linha com cerol entra em contato com o pescoço de pessoas (motociclistas, pedestres, ciclistas, skatistas, entre outros) que passam por áreas onde crianças e adolescentes empinam pipas. Até aeronaves podem ser atingidas pela linha. Em Minas Gerais, a Lei 14.349 proíbe o uso de cerol em todo o estado, prevendo multas.

Cuidados com a brincadeira

Dicas para que a diversão não termine em um grave acidente:

Pipas devem ser empinadas longe da rede elétrica e, de preferência, em espaços abertos como praças, parques e campos de futebol. Isso evita interferências na qualidade do fornecimento de energia elétrica, serviços telefônicos e em antenas;
A utilização de “rabiolas” deve ser evitada, pois elas agarram nos fios elétricos, desligando o sistema e provocando choques;
Utilizar papel alumínio na confecção de pipa é perigoso, já que o contato com os fios provoca curtos-circuitos;
Caso a pipa enrosque em fios de energia elétrica, é melhor desistir do brinquedo. Subir em telhados ou postes para recuperá-las representa risco de choque, assim como tentar removê-las com canos ou bambus;
Não é indicado soltar pipas em dias de chuva. A pipa funciona como para-raios, conduzindo energia;
Linhas metálicas não devem ser usadas no lugar da linha comum, porque podem provocar choques elétricos.


Da redação/Portal Pebão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.