Brasil tem 14 mil pessoas que se recuperaram do novo coronavírus; 9,7 mil seguem internadas - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Brasil tem 14 mil pessoas que se recuperaram do novo coronavírus; 9,7 mil seguem internadas

 Devido à falta de testes, os números podem estar subestimados.

Um paciente só pode ter classificado como "recuperado" se ele for testado para Covid – o que ocorre apenas em casos mais graves, segundo o Ministério da Saúde.

O Brasil tem ao menos 14.026 pessoas que se recuperaram da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Outras 9.704 seguem internadas – 6.043 em estado grave. Os números são do Ministério da Saúde.

Devido à falta de testes, os números podem estar subestimados. Um paciente só pode ter classificado como "recuperado" se ele for testado para Covid – o que ocorre apenas em casos mais graves, segundo o Ministério da Saúde.

SP mantém notificação apenas para casos graves de coronavírus e diz que segue Ministério da Saúde
Um grupo de pesquisadores brasileiros estima que o país tenha 313 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus, um número 15 vezes maior do que o registrado oficialmente.

Já o número de casos graves de Covid-19 que exigiram internação no Brasil pode ser pelo menos o dobro do registrado, segundo estimativa feita pelo Núcleo de Dados do Jornalismo da Globo com base em informações do Infogripe da Fiocruz. O total de pacientes hospitalizados pode chegar a 13 mil.

As mortes também podem ter subnotificação. O Jornal Nacional mostrou na noite desta terça (14) que médicos e familiares de pessoas que morreram com suspeita de Covid-19 afirmam que essa informação, muitas vezes, não consta na certidão de óbito. E que por causa dessa lacuna e também pela falta de testes, o número de mortes pode ser maior do que o oficial.

Número de mortes por coronavírus pode ser maior por causa da falta de testes
Número de mortes por coronavírus pode ser maior por causa da falta de testes.








G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.