Justiça mantém Ronaldinho e Assis presos por até 6 meses no Paraguai - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

domingo, 8 de março de 2020

Justiça mantém Ronaldinho e Assis presos por até 6 meses no Paraguai

Justiça mantém Ronaldinho e Assis presos por até 6 meses no Paraguai 

Segundo o Ministério Público, eles entraram no país portando passaportes e cédulas de identidades paraguaios falsos. Os números dos documentos apreendidos pertencem a outras pessoas, que estão detidas.

A juiza de plantão Clara Diaz, da Justiça paraguaia, negou o pedido de prisão domiciliar, feito pelos advogados, e decretou, neste sábado (7), a prisão preventiva de seis meses de Ronaldinho Gaúcho e de seu irmão Assis.

Ela atendeu o pedido do Procuradoria Geral do Paraguai.

Ronaldinho e Assis deixaram o Palácio da Justiça e voltaram para a Delegacia de Segurança Máxima, em Assunção.

O cônsul do Brasil em Assunção compareceu ao Palácio para definir um possível local para o cumprimento da prisão domicilar de ambos. Ele saiu muito irritado após a decisão da juíza de decretar a prisão preventiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.