Canaã: suspeito de matar por ciúme no Reveillon, “China” é preso em Rio Maria - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

domingo, 15 de março de 2020

Canaã: suspeito de matar por ciúme no Reveillon, “China” é preso em Rio Maria

Canaã: suspeito de matar por ciúme no Reveillon, “China” é preso em Rio Maria

Canaã: suspeito de matar por ciúme no Reveillon, “China” é preso em Rio Maria
Reniuto de Souza Nobre estava escondido em Rio Maria e foi encontrado pela polícia neste domingo

Reniuto de Souza Nobre, de 28 anos de idade, mais conhecido como “China”, foi preso na manhã deste domingo (15) pela Polícia Civil de Rio Maria, no sul do Pará. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela Vara Criminal da Comarca de Canaã dos Carajás. Reniuto foi indiciado pelo homicídio de Jeovane Batista Belém e também pela tentativa de assassinato dos estudantes Thais Silva Félix e Eduardo dos Santos Machado. Os crimes aconteceram no dia 1º de janeiro de 2020, por volta de 0h30, durante o show da banda Barões da Pisadinha, promovido pela Prefeitura de Canaã como principal atração da virada de ano na cidade.

Logo após o crime, houve tumulto, uma vez que cerca de 20 mil pessoas participavam da festa. A festa de Réveillon foi cancelada por ordem da Polícia Militar.

Reniuto também foi autuado em flagrante por receptação e posse ilegal de arma de fogo. Com ele, a polícia encontrou uma moto roubada, munição e um revólver calibre 38.


ARma, munição e roupas apreendidas com Reniuto, que vai responder por recepção
ENTENDA O CASO

Segundo testemunhas, Reniuto Nobre chegou à festa armado e teria ficado furioso ao ver Thais Silva, sua suposta namorada, dançando com Jeovane Batista. Houve confusão. O suspeito, então, puxou o revólver e atirou quatro vezes contra a vítima. Dois disparos acertaram o jovem de 21 anos, que morreu antes do socorro chegar. O outro tiro acertou o pescoço de Thais. Ela foi socorrida por populares e levada, às pressas, ao pronto socorro de Canaã dos Carajás. Eduardo Machado estava comprando bebidas quando foi surpreendido com um tiro no peito. O estudante também recebeu os primeiros socorros e sobreviveu. Tanto Thais quanto Eduardo passaram por avaliação médica e não foram submetidos a cirurgia. Os dois tiveram alta e ainda estão com as balas alojadas a poucos centímetros da coluna. O autor dos disparos fugiu do flagrante e há dois meses era procurado pela polícia.







 (Nyelsen Martins/Correio de Carajás.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.