Prefeita de Acará desviou dinheiro de obras para pagar dívidas de campanha - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Prefeita de Acará desviou dinheiro de obras para pagar dívidas de campanha

Prefeita de Acará desviou dinheiro de obras para pagar dívidas de campanha

Um escândalo de corrupção na prefeitura da cidade de Acará, na região nordeste do Pará, trouxe à tona o esquema criminoso comandado pela prefeita Amanda de Oliveira e Silva (PSDB) e sua família.

O portal Ver-o-Fato teve acesso a mais uma delação premiada, desta vez do empresário Paulo Sérgio Alves (o vice-prefeito, Ionaldo Damasceno, já havia denunciado a prefeita), proprietário de uma construtora que fornecia notas frias para a prefeitura superfaturar e desviar recurso público destinado a construção de obras de infraestrutura na cidade.

Amanda e Francisca Martins são denunciadas ao MPE por desvio de verba pública

De acordo com a reportagem, o empresário contou à Polícia Federal que Amanda de Oliveira, a mãe dela, Francisca Oliveira, e o marido, José Carlos da Silva Lima, agiam em conluio para coagi-lo a participar do esquema de corrupção. Segundo os delatores, mais de R$ 16 milhões foram desviados pela prefeita. A Polícia Federal investiga o caso há mais de dois anos.

Ainda conforme a delação de Paulo Sérgio, a empresa dele começou a prestar serviços para a prefeitura de Acará na gestão do ex-prefeito Mota Júnior, que deixou um débito com a construtora no valor de R$ 2 milhões. Quando o empresário procurou a nova gestora para cobrar a dívida, foi informado pelo marido de que teria que aceitar uma série de condições dentro do esquema fraudulento se quisesse receber o dinheiro.

O empresário, então, se reuniu com a família da prefeita, e foi informado de que teria que aceitar fazer parte do esquema criminoso porque Amanda tinha muitas dívidas de campanha, estava sendo ameaçada, e precisava de todo valor desviado para quitar os débitos.

O dono da construtora aceitou fazer parte, emitiu notas frias para beneficiar a prefeita, e não recebeu o prometido por ela, tendo ficado na falência, com uma dívida de mais de R$ 8 milhões.



Dol/ Pebão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.