Surto de coronavírus atinge ações de mineradoras após queda de minério de ferro - Portal Pebão

Destaques

ANUNCIE AQUI

Publicidade Página Inicial

Últimas Notícias No Facebook

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Surto de coronavírus atinge ações de mineradoras após queda de minério de ferro

Surto de coronavírus atinge ações de mineradoras após queda de minério de ferro

Algumas das maiores empresas de mineração do mundo estão enfrentando uma queda de suas ações após o preço do minério de ferro desabar, puxado pelo pelo surto mortal de coronavírus na China. As ações da BHP, Rio Tinto e Fortescue Metals Group – três dos maiores produtores da commodity – caíram nesta semana devido ao temor de que a epidemia possa prejudicar a demanda chinesa da matérias-prima siderúrgica. O minério de ferro é o principal insumo para a fabricação de aço para infraestrutura e outros projetos de construção.

Na terça-feira (28), as ações da Vale e siderúrgicas brasileiras já haviam registrado forte baixa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Vale, Gerdau e CSN, além de Petrobras e Suzano, perderam em um só dia mais de R$ 33 bilhões em valor de mercado. No mesmo dia, o preço de referência do minério de ferro com 62% de teor Fe caiu 8,44% em relação ao encerramento da sexta-feira (24), último dia de negociações na Bolsa de Dalian antes do início do feriado do Ano Novo Lunar - estendido pelo governo chinês em uma tentativa de conter a propagação do coronavírus.

A China produz cerca de 1 bilhão de toneladas de aço por ano e consumiu quase 1,5 bilhão de toneladas de minério de ferro no ano passado - cerca de 70% do suprimento marítimo global.

Tyler Broda, analista da RBC Capital Markets, disse que um choque na atividade econômica pode causar um "evento de estresse financeiro" e pode ser particularmente problemático para o setor imobiliário da China, um importante impulsionador da demanda por aço.

"Pelo lado positivo, acreditamos que os formuladores de políticas chineses estarão cientes disso e [provavelmente] fornecerão financiamento de emergência que pode ajudar a moderar o impacto", disse ele.

Pequim também pode aumentar os gastos em projetos de infraestrutura - como fez várias vezes na última década - para apoiar o crescimento, acrescentou Tyler. "Isso provavelmente corroerá ainda mais as perspectivas de longo prazo, mas poderá permitir que o setor tenha uma recuperação acentuada."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.